Cobertura webinar “Atualização do Mdelo de 3 Linhas: Performance, Controle e Governança”

04 de Agosto de 2020 ← ver outras

O Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci) promoveu hoje, 04, o webinar “Atualização do Modelo de 3 linhas: Performance, Controle e Governança”. O evento contou com  a partcipação, como convidado palestrante, de Eduardo Person Pardini, sócio principal, responsável pelos projetos de governança, gestão de riscos, controles internos e auditoria interna da Crossover Consulting & Auditing e diretor executivo do Internal Control Institute - Chapter Brasil e  do coordenador-geral de Métodos, Capacitação e Qualidade (CGMEQ) da Controladoria-Geral da União, CGU, Sergio Filgueiras. Eles fizeram a comparação entre o antigo e atual modelo, além de responderem às dúvidas dos mais de 2 mil espectadores do evento. 

 

Leonardo Ferraz, presidente do Conaci, abriu o webinar falando da importância do tema para o Controle Interno no Brasil. “Hoje, nós trazemos para vocês as principais novidades em relação a esse novo modelo, e esperamos que durante esta tarde a gente possa ter um evento bastante profícuo”. Além disso, agradeceu a todos os parceiros que divulgaram o evento e contribuiram para levar informação de qualidade aos servidores da área. 

 

O moderador, Sergio Filgueiras, ressaltou que o objetivo do modelo de três linhas é demonstrar a estrutura de controle Interno como um todo, comunicando papéis e responsabilidades de auditores  e gestores. Sua implementação contribui para a melhoria da eficiência e da eficácia das organizações, públicas e privadas. “O modelo das três linhas demonstra a finalidade do controle de uma forma muito didática, simples e objetiva. Ele é formado por pelo menos 3 instâncias que atuam para o objetivo real do controle interno que é mitigar riscos e melhorar a gestão”, explanou Filgueiras. 

 

Pardini iniciou sua apresentação demonstrando que a ideia central da palestra seria compreender as principais alterações e suas aplicabilidades. Ele revisou o modelo anterior para que todos pudessem entender o que foi modificado. Em uma projeção evidenciou o que era apresentado em cada linha de defesa anteriormente e argumentou que as alterações se deram por alguns aspectos que serão ressaltados a seguir no texto. “Essas mudanças trouxeram uma maior transparência para que nós possamos de uma maneira muito objetiva entender o papel de cada um desses players que estão dentro desse processo”, relatou o professor.

 

Argumentos e mudanças

 

Argumentos para revisão como: o tempo de existência; responsabilidade dos agentes de governança não eram claros; linhas muitos distintas não capturavam compartilhamento de responsabilidades; pouca ênfase sobre gestão de riscos como atividade da 1ª linha; foram mostrados durante a palestra.

 

Mudanças observadas pelo professor em seus estudos: boa governança encoraja ações proativas para alcançar objetivos; ênfase no gerenciamento de riscos responsabilidade da gestão; 2ª linha como suporte especializado para 1ª linha; fortalece a independência da Auditoria Interna; acomoda o tema “consultoria” para auditoria, princípio 6 – criação e proteção de valor para todas as linhas.

 

Interação com o público

 

O evento, que teve mais de 6 mil visualizações, contou com um momento para os participantes tirarem suas dúvidas. Os questionamentos apresentados pelo público foram esclarecidos por Pardini e, também, comentados por Sérgio. Dúvidas como o trabalho do compliance nas três linhas, a governança corporativa, prestação de contas, entre outras, surgiram no chat, durante as apresentações. Em uma delas, Eduardo mencionou que “a governança corporativa  trabalha com quatro pilares: transparência, equidade, prestação de contas e responsabilidade social e  corporativa”.

 

Além disso, lembrou que o compliance é uma atitude que todo servidor deve ter diante do seu trabalho, e que, por isso, está na segunda linha de defesa que apoia a gestão. Houve questionamentos sobre diferentes áreas da administração pública e seu papel diante do modelo. Um deles foi sobre a atuação da auditoria interna, em que Eduardo respondeu “a auditoria interna dará apoio à 2ª linha, mas o foco dela é a 1ª linha, porque a responsabilidade do gerenciamento de risco e a responsabilidade por ter um sistema de controles internos é do gestor, não é da 2ª linha”.

 

Ideia

 

A questão dos gestores e auditores serem independentes, mas não isolados foi um dos principais pontos mencionados por ambos os convidados. É possível perceber que para que as três linhas funcione e seja eficiente, os responsáveis precisam compreender o modelo e se apoiarem mutuamente. 

 

Devido ao grande número de participantes, e a preocupação do Conselho em cumprir com o tempo previsto para as atividades da capacitação, não foi possível responder a todos os questionamentos levantados pelo público. Por isso, a TV Conaci convidou os integrantes do webinar para duas entrevistas inéditas sobre a pauta. Inscreva-se em nosso canal, ative as notificações e não perca!
https://www.youtube.com/user/conaciorg

 

Gostaria de enviar sua pergunta? Envie para comunicacao@conaci.org.br

 

Atualização do modelo

 

Confira abaixo o documento de atualização do modelo e a publicação mencionada por Sérgio Filgueiras no início da apresentação.
https://iiabrasil.org.br/korbilload/upl/editorHTML/uploadDireto/20200758glob-th-editorHTML-00000013-20072020131817.pdf
https://www.instagram.com/p/CC6-4POjMj8/
 

Confira aqui o PDF utilizado por Eduardo durante o webinar

 

Perdeu o evento? Assista aqui!
 



Rede Ouvir PE e Amupe discutem realização de diagnóstico sobre ouvidorias municipais

Um diagnóstico com o objetivo de identificar a realidade das ouvidorias municipais de Pernambuco começará a ser realizado na próxima semana. A partir desse...

saiba mais

CGE busca aprimorar o processo de monitoramento de providências

A Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) está reunindo, por videoconferência, os servidores que atuam nas Unidades Setoriais de Controle Interno (Unisecis)...

saiba mais

nos acompanhe nas redes sociais

Receba nossas novidades por e-mail.

CONACI - Conselho Nacional de Controle Interno - Todos os direitos reservados- 2018