Secont apresenta projeto-piloto do Repositório Digital do Conhecimento do Conaci

13 de Fevereiro de 2020 ← ver outras

Além de elaborar o projeto, a Secont vai fornecer a infraestrutura tecnológica para implementação da ferramenta 


A Secretaria de Controle e Transparência (Secont) apresentou, em reunião realizada na tarde desta quinta-feira (13), o projeto de criação do Repositório Digital de Conhecimento ao presidente do Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci), Leonardo Ferraz. O projeto, considerado estratégico pelo Conselho, está em fase final de desenvolvimento, sob responsabilidade da Secont. 

 

A ferramenta foi apresentada pelo gestor de Tecnologia da Informação da Secont, Emerson Couto de Moura,que está à frente do projeto, em reunião que teve a presença do secretário de Estado de Controle e Transparência, Edmar Camata; do controlador-geral do Estado de Minas Gerais, Rodrigo Fontenelle; da gerente de Controle Interno do Ministério Público do Estado (MP-ES), Mariana Covre; do superintendente da Controladoria Regional da União no Espírito Santo, Ricardo Plácido Ribeiro; e do corregedor-geral do Estado, Helmut Mutiz D’Auvila.  

 

Após a reunião de alinhamento, o projeto será apresentado na 34ª Reunião Técnica do Conaci, que ocorrerá nos dias 12 e 13 de março, em Vitória. Os conselheiros avaliarão as funcionalidades e poderão propor ajustes, além de definir o formato de gestão do repositório. "Esta ferramenta permite uma difusão do conhecimento quando a matéria envolvida é o Controle Interno" ressalta o presidente.

 

 

A ferramenta de TI possibilitará a preservação, o acesso remoto, o gerenciamento, a busca, a recuperação e o reuso da produção intelectual das instituições envolvidas.   Para isso, será usado o DSpace, pacote de software de código aberto que permite a captura de conteúdo em qualquer formato (vídeo, texto, áudio de dados) e a busca dos conteúdos por meio de pesquisas temáticas.

 

A plataforma é totalmente gratuita e utilizada por mais de 3 mil instituições em todo o mundo. No Brasil 110 organizações já aderiram à solução, incluindo a Controladoria Geral da União (CGU) e a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). A CGU utilizou a ferramenta na construção do seu repositório, a Base de Conhecimento.

 

Além de elaborar o projeto, a Secont vai fornecer a infraestrutura tecnológica para o projeto-piloto, com o apoio do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado (Prodest). 

 


Plano Mineiro de Integridade 

 

A reunião também contou com a apresentação do Plano Mineiro de Promoção de Integridade (PMPI). O controlador-geral do Estado de Minas Gerais, Rodrigo Fontenelle, explicou que a implementação do programa, que começou no ano passado, já alcançou 55% das ações previstas. 

 

Fontenelle destacou a mobilização para engajamento dos servidores no estabelecimento de uma cultura de integridade como um dos pontos fortes da experiência de Minas Gerais. Uma das estratégias adotadas foi a realização de capacitações em gestão de risco, além da criação do Guia de Integridade Pública e do Guia de Integridade para Instituições Privadas. “Nosso foco foram as pequenas e médias empresas”, disse o controlador-geral. 

 

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Secont
Cintia Bento Alves
(27) 3636-5354 | (27) 98895-1695
cintia.alves@secont.es.gov.br



Governo do Tocantins realiza ação de transparência e ouvidoria na Agrotins 2020 100% Digital

A Feira Agrotecnológica do Tocantins - Agrotins 2020 100% Digital, que teve início nessa quarta-feira, 27, também será um canal de transparência das ações...

saiba mais

Pesquisa Anual de Satisfação da CGE tem prazo prorrogado até o próximo dia 03 de junho

A Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE) prorrogou, até o próximo dia 03 de junho, a Pesquisa Anual de Satisfação da CGE, responsável por avaliar as...

saiba mais

nos acompanhe nas redes sociais

Receba nossas novidades por e-mail.

CONACI - Conselho Nacional de Controle Interno - Todos os direitos reservados- 2018