Servidores da CGE aprimoram conhecimentos em gestão de documentos

14 de Fevereiro de 2020 ← ver outras

Um dos assuntos da oficina foi o sistema informatizado único de protocolo do Estado.

 

Servidores da Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) participaram na segunda-feira (10.02) de Oficina em Gestão de Documentos. A capacitação foi conduzida por facilitadores da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), por meio do Arquivo Público, em atendimento à demanda da própria CGE.

 

Um dos assuntos da oficina foi o sistema informatizado único de protocolo do Estado. “Toda a tramitação de documentos deverá ser efetuada no sistema de protocolo. O seu uso não é facultativo. É obrigatório (Decreto Estadual nº 1.509/2008). O uso do “caderninho” é opcional, não sendo considerado o meio oficial de protocolo e trâmite de documentos”, ressaltou o gerente de Gestão de Protocolo do Arquivo Público do Estado, Uiran Costa Strini de Barros, um dos facilitadores da capacitação.

 

O gerente orientou que o documento/processo no sistema e o físico devem sempre tramitar juntos. “Tramitar o documento é exigir o recebimento físico e sua imediata confirmação no sistema de protocolo no ato da entrega”, observou.

 

Uiran explanou também sobre as funcionalidades e alguns campos muitas vezes negligenciados de preenchimento ou preenchidos com informações genéricas no sistema de protocolo. Ele argumentou que campos como “Informações de Trâmite” devem ser preenchidos para o bem da transparência e agilidade na busca interna e do cidadão pela informação. “O conteúdo alimentado no sistema de protocolo deve refletir o mais próximo possível a informação do processo físico”, destacou.

 

 

A gerente de Gestão Arquivística, Valéria Nassarden Taborelli, que também foi facilitadora da oficina na CGE, falou sobre as normas e os procedimentos para classificação de documentos, arquivamento nas fases corrente, intermediária e permanente e também sobre a eliminação de documentos.

 

Valéria destacou que a gestão de documentos não abrange somente as atividades de protocolo e arquivo. É um conjunto de procedimentos e operações técnicas referentes às atividades de produção, recebimento, avaliação, classificação e arquivamento dos documentos em fase corrente e intermediária, visando à sua eliminação ou recolhimento para guarda permanente.

 

Envolve também a prática de rotinas de organização em cada setor da instituição, como recebimento (físico e no sistema), instrução, numeração das folhas, tramitação, arquivamento (fase corrente) e transferência para o Arquivo Central do órgão, que deve ser um local de fácil acesso e com instalações adequadas para recebimento do acervo.

 

Para modernizar ainda mais a sistemática, a Seplag estuda o desenvolvimento de funcionalidade no sistema de protocolo para contemplar a digitalização dos documentos. “Neste caso, a digitalização e sua guarda terão de obedecer a mesma Tabela de Temporalidade de documentos como o arquivo físico exige”, acrescentou a gerente de Gestão Arquivística.

 

Fonte:

LIGIANI SILVEIRA
Analista Administrativa/Assessora de Comunicação
(65) 3613-4017/99982-0209 (whatsapp)
www.controladoria.mt.gov.br
www.facebook.com/controladoriamt



Sistema de Controle Interno de Pernambuco é tema de palestra na PGE

O Sistema de Controle Interno da administração do Governo de Pernambuco foi o tema da palestra ministrada na tarde desta segunda-feira (17) pela secretária...

saiba mais

Inscrições abertas para o 1º Seminário Controle Interno para uma Governança Anticorrupção

As inscrições para o 1º Seminário Controle Interno para uma Governança Anticorrupção, que ocorrerá no próximo dia 11 de março, em Vitória, já estão abertas...

saiba mais

nos acompanhe nas redes sociais

Receba nossas novidades por e-mail.

CONACI - Conselho Nacional de Controle Interno - Todos os direitos reservados- 2018