Mato Grosso: Auditores cursam outras graduações para aprimorar qualidade técnica de atuação

10 de Abril de 2017 ← ver outras

Auditores do Estado de Mato Grosso têm se dedicado a cursar outras graduações a fim de aprofundar os conhecimentos em gestão pública e elevar a qualidade técnica da atuação da Controladoria Geral do Estado (CGE-MT).

Ao menos 12 deles, por exemplo, estão cursando a segunda ou terceira graduação em Direito. O auditor Klebson Santos do Carmo está nesse grupo. Formado em Engenharia Civil, ele acredita que esta nova formação acadêmica vai lhe agregar mais conhecimento e permitir que atue com mais propriedade em múltiplas áreas no âmbito da Controladoria.

Com formação superior em Ciências da Computação, o auditor Marcos Keniti Fujimura também está se dedicando a mais uma graduação, mas em Ciências Contábeis. “O objetivo é obter conhecimento científico sobre as contas públicas, as técnicas contábeis e a realização de auditoria, tanto governamental quanto privada. O curso está me ajudando e auxiliando na interpretação dos dados das contas governamentais e, além disso, auxilia no cruzamento das contas contábeis, já que sou formado em Ciências da Computação”, comentou.

O secretário-controlador geral do Estado, Ciro Rodolpho Gonçalves, destaca a disposição dos auditores em sempre buscar ampliar seus conhecimentos sobre gestão pública. “O conhecimento e a especialização são essenciais ao cargo de auditor, cujo campo de atuação é vasto, revestido de complexidade e de grande responsabilidade”, afirma.

O secretário-adjunto de Controle Preventivo da CGE, José Alves Pereira Filho, salienta que o auditor do Estado deve sempre procurar diversificar seus conhecimentos porque desenvolve atividades de alta complexidade em todos os setores da administração pública.

“A busca por qualificação tem sido uma constante na carreira do auditor e esse grupo que está fazendo uma nova graduação é um exemplo disso, demonstra o forte comprometimento da carreira em se aperfeiçoar cada vez mais para alcançar níveisde excelência no desenvolvimento de suas atividades, o que, certamente, contribuirá ainda mais com a melhoria dos serviços públicos”, comentou.

Competem aos auditores do Estado as atividades de: auditoria governamental, controladoria, correição, ouvidoria e fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial do Poder Executivo Estadual, além de apoiar o controle externo no exercício de sua missão institucional.

Por isso, o cargo de auditor do Estado exige formação de nível superior, em ao menos uma das seguintes áreas: Ciências Contábeis, Engenharia Civil, Administração, Direito, Ciências da Computação e Economia.

Em fevereiro/2017, o Estado nomeou 25 novos auditores habilitados para o cargo no concurso público de 2015. Com isso, o Poder Executivo Estadual passou a ter um efetivo de 91 profissionais desta carreira.

Informações para a imprensa:

Assessoria de Comunicação da CGE-MT

E-mail: ligianiaraujo@controladoria.mt.gov.br

Telefone: (65) 3613-4017 / 9664-5208 / 9982-0209

Site: www.controladoria.mt.gov.br

Mais informações sobre o Conaci:

Ane Ramaldes

Assessora de Comunicação

E-mail: comunicacao@conaci.org.br

Telefone: (27) 99973-4547

 



Combate à corrupção: SCGE é piloto de programa nacional

O Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC), que será lançado no próximo dia 20 de maio, às 10h, é um projeto colaborativo que tem como principal obj...

saiba mais

Rede de Ouvidorias de Pernambuco debate sobre o Planejamento Estratégico 2021-2023

Mais de 45 integrantes da Rede de Ouvidorias Estadual estiveram reunidos na manhã da última quinta-feira, dia 13, debatendo sobre os próximos passos do Plane...

saiba mais

nos acompanhe nas redes sociais

Receba nossas novidades por e-mail.

CONACI - Conselho Nacional de Controle Interno - Todos os direitos reservados- 2018