CGE divulga o resultado do Ranking de Transparência do Poder Executivo Estadual

23 de Novembro de 2021 ← ver outras

A avaliação foi realizada tanto em empresas públicas e sociedade de economia mista como nos órgãos, entidades e fundações estaduais

 

A Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE) divulga o resultado da 1ª edição do Ranking de Transparência do Estado. A avaliação tem como objetivo medir o nível de transparência das informações disponibilizadas aos cidadãos pelos órgãos e entidades e empresas públicas e sociedade de economia mista.

 

Ao todo, 103 órgãos, entidades e fundações, além de empresas públicas e sociedades de economia mista, foram examinados quanto aos critérios básicos de transparência ativa e passiva. A avaliação foi realizada entre setembro e outubro de 2020.

 

 

 

O secretário executivo da CGE e membro da comissão de elaboração do ranking, Marconi Lemos, destacou a importância da avaliação e a necessidade dos órgãos atenderem a critérios básicos de transparência. “Existe um conjunto de informações de interesse da população, que deve ser disponibilizado sem a necessidade que o cidadão formule uma solicitação para tal acesso. A avaliação que a CGE realiza compreende justamente isso”.

 

“Com o resultado do ranking será possível ao gestor enxergar como está o nível de aderência do órgão ou entidade que ele dirige em relação aos critérios de transparência, permitindo a ele programar ações assertivas no sentido de fortalecer cada vez mais a transparência pública que já é um valor na administração pública do Estado do Ceará e a forma mais democrática, participativa de prestação de contas do gestor público à sociedade’, explicou o secretário.

 

Clique aqui para acessar o ranking de órgãos e entidades estaduais

 

Clique aqui para acessar o ranking das empresas públicas e sociedade de economia mista do Estado

 

Entenda

 

Para elaboração do Ranking da Transparência do Poder Executivo Estadual, a comissão responsável avaliou na categoria “Órgãos, Entidades e Fundações”, 21 critérios de transparência ativa e cinco de transparência passiva. Já na categoria “Empresas e Sociedades de Economia Mista”, foram avaliados 40 critérios de transparência ativa e cinco de transparência passiva. 

 

 

Fonte:

CGE-CE



Mato Grosso: CGE aplica mais de R$ 150 milhões em multas com base na Lei Anticorrupção

Em 2021, a Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) aplicou aproximadamente R$ 150 milhões em multas a mais de 50 empresas pela prática de ilícitos previstos na Lei Anticorrupção (Lei Federal nº ...

saiba mais

PMSI fortalece o combate à corrupção e fomenta a integridade

Desde maio de 2019, o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, criou o Programa MS de Integridade (PMSI) tendo a Controladoria-Geral do Estado (CGE) em conjunto com a Secretaria de Estado de Governo...

saiba mais

nos acompanhe nas redes sociais

Receba nossas novidades por e-mail.

CONACI - Conselho Nacional de Controle Interno - Todos os direitos reservados- 2018