OUV-DF: quatro anos de um sistema que aproxima o GDF dos cidadãos

28 de Setembro de 2020 ← ver outras

Por meio Sistema de Ouvidoria do DF, o cidadão pode fazer reclamações, denúncias, elogios, solicitações de serviço e sugestões

 

O Sistema de Ouvidoria do Distrito Federal (OUV-DF) completa quatro anos de sua implementação. Lançado em setembro de 2016, o OUV-DF permite, de forma fácil e rápida, que os cidadãos se manifestem e acompanhem suas demandas. Desde que foi implementado, o Sistema recebeu mais de 800 mil manifestações. 

 

O OUV-DF é um dos sistemas utilizados pela Rede de Ouvidoria do Governo do Distrito Federal. Por meio dele, o cidadão pode fazer reclamações, denúncias, elogios, solicitações de serviço e sugestões. Em tempos de pandemia, os cidadãos utilizaram o OUV-DF para reclamar, por exemplo, de estabelecimentos que não cumpriam as regras de higiene e isolamento, o que auxiliou o GDF a cumprir a fiscalização. Somente em 2020, foram mais de 2 milhões de acessos à página e 19.475 manifestações relacionadas à Covid-19 (até 24 de setembro de 2020). 

 

Além de ser utilizado pelos cidadãos de forma virtual (www.ouv.df.gov.br), o Sistema também auxilia os atendentes da Central de Atendimento 162 e é usado pelas ouvidorias dos órgãos do DF como uma ferramenta de gestão. Por meio dele, os gestores são auxiliados na tomada de decisão e na construção de políticas públicas, pois o Sistema gera dados estatísticos e relatórios gerencias que são extremamente relevantes na hora de traçar estratégias para o Distrito Federal. 

 

“O OUV-DF veio para revolucionar o serviço de ouvidoria e empoderar o cidadão do Distrito Federal. Ele é o maior canal de serviços e diálogo do cidadão com o Governo do Distrito Federal. Além de ser uma excelente ferramenta de gestão que auxilia os gestores dos órgãos e entidades na tomada de decisão, o OUV-DF é uma ferramenta efetiva de transparência, participação e controle social”, destaca o Ouvidor-Geral do DF, José dos Reis de Oliveira.

 

Os dados extraídos do Sistema OUV-DF permitem, por exemplo, que o Governo direcione melhor seus recursos para áreas que estão recebendo mais reclamações. “O contato direto com o cidadão é fundamental para a construção de uma cidade melhor e eu diria que o OUV-DF conecta o cidadão ao GDF”, afirma o Controlador-Geral do DF, Paulo Martins. 

 

O controlador também explica que o Sistema é capaz de mensurar o índice de resolutividade. Ou seja, a cada manifestação aberta, o próprio cidadão é convidado, ao final, a dizer se sua questão foi ou não resolvida: “É um processo não-obrigatório, mas que em geral é muito utilizado pelos usuários do Sistema. Os órgãos, por sua vez, são acompanhados e cobrados pelo GDF pare melhorarem a cada dia seu nível de resolutividade e, por consequência, seu atendimento ao cidadão”, explica o Controlador-Geral do DF, Paulo Martins.

 

Fonte:

Assessoria de Comunicação da Controladoria-Geral do Distrito Federal

 



Combate à corrupção: SCGE é piloto de programa nacional

O Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC), que será lançado no próximo dia 20 de maio, às 10h, é um projeto colaborativo que tem como principal obj...

saiba mais

Rede de Ouvidorias de Pernambuco debate sobre o Planejamento Estratégico 2021-2023

Mais de 45 integrantes da Rede de Ouvidorias Estadual estiveram reunidos na manhã da última quinta-feira, dia 13, debatendo sobre os próximos passos do Plane...

saiba mais

nos acompanhe nas redes sociais

Receba nossas novidades por e-mail.

CONACI - Conselho Nacional de Controle Interno - Todos os direitos reservados- 2018